sexta-feira, 26 de julho de 2013

Resenha do Livro Jogos Vorazes - Em Chamas

Oii gente, tudo bem? Vocês se lembram de mim, a Geovana, irmã da Cibele, bem hoje eu vim escrever a resenha do segundo livro jogos vorazes ...Espero que gostem :)

 Resenha Jogos Vorazes - Em Chamas


No segundo livro da série Jogos Vorazes voltamos a nos encontrar com a forte Katniss e com o carismático Peeta. A narrativa de “Em chamas” inicia pouco tempo depois do término da última edição dos jogos e vemos como a vida dos personagens mudou depois de se tornarem vitoriosos.

Katniss e Peeta conseguiram voltar para casa, algo inédito em 74 anos de Jogos Vorazes, e apesar de ter sido uma saída genial a capital não está nenhum pouco satisfeita em ter feito papel de boba na frente de toda Panem.

Salvar a própria vida e a de Peeta foi percebido pela capital, assim como pelo povo de Panem como um ato de rebeldia e Katniss acaba se tornando uma figura de ‘liderança’ para os levantes. A garota quente fez com que as fagulhas de esperança reacendessem no povo de Panem, que vê neste momento pós jogos a oportunidade de se livrar das garras do presidente Snow. É claro que este último está bem descontente e isso não representa momentos de calmaria, não para os distritos e sua população, nem para Katniss ou para Peeta e todos aqueles que amam.

É interessante perceber que nem Katniss sabe ao certo o que a motivou nos minutos finais dos jogos vorazes, ela não sabe se a atitude tomada realmente era um ato de rebeldia, ou se o fez por não querer perder Peeta. Na verdade ela não sabe nem o porque perder Peeta seria ruim, ou que sentimentos nutre pelo filho do padeiro.

Em “Em Chamas” o triângulo Peeta x Katniss x Gale fica mais claro. Ela parece não saber quem é de fato o seu interesse romântico. Até porque nunca tinha pensado em constituir família. Katniss não quer casar e ter filhos para que a capital não consiga infligir os mesmos sofrimentos passados por ela a seus filhos. Incluindo os jogos.

Além disso, Katniss foi obrigada a manter sua família viva desde cedo o que distanciou ela das ideias românticas. Sempre pareceu para mim que Katniss nunca havia pensado em ter alguém neste sentido, e só passa a perceber Peeta e Gale desta forma porque começa a ser pressionada para decidir com quem ficará. De um lado a imposição da capital e de outro aquele que a remete ao que realmente é.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------
“Não havia percebido até agora o quanto estava sedenta de contato humano. Da sensação de tê-lo ao meu lado no escuro. Gostaria muito de não ter desperdiçado as últimas noites evitando-o. Mergulho no sono, envolvida em seu calor, e quando abro novamente os olhos, a luz do sol está entrando pelas janelas.”
---------------------------------------------------------------------------------------------------------
Percebemos mais claramente neste livro as questões políticas. O quanto Katniss e Peeta são joguetes nas mãos de interesses diversos. E o poder que a capital tem e exerce sobre a vida de seus cidadãos e que ela sempre está disposta a agir para manter-se desta forma. Ao longo da leitura de “Em Chamas” vemos o que a capital faz para atingir diretamente a vida de Katniss e Peeta, mas que afeta toda Panem.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------
"Sem hesitar, ele lê: – No aniversário de setenta e cinco anos, para que os rebeldes não se esqueçam de que até mais forte dentre eles não pode superar o poder da Capital, o tributo masculino e o tributo feminino serão coletados a partir do rol de vitoriosos vivos.”
----------------------------------------------------------------------------------------------------------Temos neste livro uma pitada de esperança, mas para ser bem sincera eu já não queria mais me apegar a nada para não me acabar de chorar depois.

Volto a dizer que os personagens são muito cativantes, neste livro nos aproximamos mais de Haymitch, Cinna e Gale que já apareciam no primeiro livro. Na história contada em “Em Chamas” descobrimos coisas sobre o passado de Haymitch, os jogos em que ele participou e o que ele ganhou com a vitória nos jogos, deixando-nos encantados pelo personagem. É impossível não se emocionar também com a coragem demonstrada por Cinna e pela busca de Gale por seus ideais.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------
“Agora uma nova espécie de confiança está se iluminando dentro de mim, porque acho que finalmente sei quem é Haymitch. E estou começando a saber quem eu sou.”
----------------------------------------------------------------------------------------------------------
Durante a leitura também somos apresentados a novos personagens que nos acompanharão no próximo livro. Finnick e Johanna são exemplos de personagens que crescem na série, de indiferentes (ou algo mais negativo) passam a grandes e marcantes.

O livro me levou a sentir diferentes emoções, me arrepiei, senti orgulho, sorri e fui as lágrimas. Acredito ser impossível sair indiferente a esta leitura. E isso explica a dificuldade que tive para escolher citações para representar este livro. E até agora, o momento em que escrevo esta resenha, ainda estou na dúvida sobre que frases utilizar, sei que não conseguiria decidir por apenas uma. (dúvida cruel)
---------------------------------------------------------------------------------------------------------
“O que acontece em seguida não é um acidente. É muito bem-executado para ser algo espontâneo, porque acontece em total uníssono. Todas as pessoas na multidão pressionam os três dedos médios de suas mãos esquerdas contra os lábios e o estendem em minha direção.”
----------------------------------------------------------------------------------------------------------
Peeta e Katniss se mantêm os mesmos, ele novamente nos leva ao surto com suas declarações bombásticas em entrevistas com Caesar, pra quem leu “Jogos Vorazes” sabe que ele tem o dom de nos surpreender.

Katniss continua com dificuldades em demonstrar o que sente, mas está muito mais aberta a sentir. E ela se questiona muito sobre seus sentimentos neste livro.

Para quem gostou de “Jogos Vorazes’, como eu, a leitura de “Em chamas” é obrigatória, ainda que tenha um clima forte de tensão a história flui bem. Devorei o livro logo depois que terminei “Jogos Vorazes”, a trilogia em questão é viciante, te deixa instigado com o que possa acontecer com os personagens ainda que você esteja esperando o pior para eles. A história é tão bem contada, e os personagens tão envolventes que é difícil não ser afetado com o que eles passam e o que está por vir na vida deles.

 Bom, eu também vou fazer resenha do Jogos Vorazes - A esperança, se quer ver continuem lingadinhos aqui !

3 comentários:

Karina Kantovisck disse...

adoreei a resenhaa eu sou louca por livros. faminta por leituraa.
ja esta na minha listaaa.

ah mudei o nomeee do blogue.
http://chooreiglitter.blogspot.com.br/
beijãão

Bruna Cerqueira disse...

Gostei da resenha, sou apaixonada por livros essa trilogia está em minha lista.
http://brunapopcorn.blogspot.com.br/ :)

Geovana Carvalho disse...

Obrigada *-*

Postar um comentário

 
↑Top